[pdf] A ofensiva burguesa na educação: do enfrentamento à implementação do projeto empresarial pelo PT

Caio Andrade

Preço normal R$ 0,00

Sumário

 

Apresentação da Coleção

 

Prefácio | Diego Miranda

Nota do autor

Introdução

 

PARTE I - Crise e contraofensiva do capital

 

1 | Reflexões marxistas sobre as crises do capital

1.1. A decadência do pensamento burguês e a alternativa marxista

1.2. As crises na obra de Marx e Engels

1.3. A crise e a busca por novos mercados

1.4. Crises sistêmicas, ciclos de acumulação e crise estrutural

 

2 | A crise dos anos 1970 e a contraofensiva burguesa

2.1. O esgotamento do fordismo e a reestruturação produtiva

2.2. A contrarreforma do Estado

2.3. Crise do marxismo, revisionismo histórico liberal e contraofensiva geopolítica do capital

 

PARTE II - A metamorfose do PT e seu programa para a educação

 

3 | O PT da contestação à gestão da contrarreforma do Estado no Brasil

3.1. Um ascenso local no refluxo global

3.2. A transição controlada

3.3. O velho novo

 

4 | Novas expressões do projeto burguês de educação

4.1. A educação como arma na guerra fria

4.2. A atualização conservadora das políticas educacio-nais nos anos 1990

4.3. O empresariamento da educação nos anos 2000

 

5 | O PT e a educação: da luta contra a mercantilização à parceria com o empresariado

5.1. Anos 1980: contestação do modelo dominante de educação e defesa intransigente da escola pública

5.2. Anos 1990: a “mobilização nacional” pela educação e a integração ao mercado de trabalho

5.3. O PNE da sociedade brasileira e o PT a caminho do Planalto

 

PARTE III - Os governos petistas e o avanço do projeto de educação do capital

 

6 | Lula e o novo “milagre educacional”

6.1. Cooptação dos movimentos sociais e submissão ao Banco Mundial

6.2. O MEC nas mãos do Todos Pela Educação

6.3. A natureza do milagre educacional lulista

 

7 | Dilma e a “Pátria Educadora”

7.1. Mais dinheiro público para o ensino privado

7.2. A virada na conjuntura e a reação do governo Dilma

7.3. A “Pátria Educadora” de Mangabeira Unger

 

Epílogo

Referências

Sobre o autor


 ___

Neste livro encontramos o exame abrangente e meticuloso da trajetória do Partido dos Trabalhadores no âmbito da educação. A importância do assunto é inequívoca: trata-se de um dos principais intelectuais coletivos a atuar, nas últimas quatro décadas, na arena do debate e das políticas públicas para a área no Brasil.

A descrição bem documentada e a reflexão cuidadosa se fazem acompanhar da problematização arguta, o que permite ao autor nos oferecer uma contribuição sintética e crítica à compreensão da história recente do campo. Esse resultado é obtido através do recurso a diversas disciplinas no escopo das ciências humanas e sociais, como a geografia, a economia, a sociologia, a história e a filosofia, além da educação.

Tal diversidade é indicativa da perspectiva da totalidade, que impulsiona o estudo para além das aparências, trazendo à tona determinações essenciais do fenômeno estudado. O resultado é um trabalho com capacidade explicativa ímpar, sobretudo em uma quadra histórica tão marcada pela rendição ao imediato, pela fácil adesão à fragmentação, pela capitulação a diferentes (e tão semelhantes...) modalidades de política do possível.

Se o livro fosse apenas isso, já seria obra de se recomendar a todo estudioso escrupuloso do assunto. Mas há mais.

Caio Andrade nos fornece novas peças ao inventário coletivo do caminho percorrido pela esquerda brasileira sob hegemonia da Estratégia Democrático-Popular. Essa tarefa, eixo em torno do qual se estrutura a coleção A revolução brasileira em debate, se apresenta como momento necessário no processo de superação dos impasses políticos, práticos e teóricos a que tal estratégia conduziu. Este livro é, portanto, obra indispensável ao estudo de quem permanece firme na construção de uma forma de sociabilidade livre da submissão da humanidade ao capital.

 

Victor Neves

 

___

Ano de lançamento: 2022

Tamanho: 16x23cm

231 páginas