Reatando um fio interrompido: a relação universidade-movimentos sociais na América Latina (2a edição)

Henrique Tahan Novaes

Preço normal R$ 40,00

Reatando um fio interrompido: a relação universidade-movimentos sociais na América Latina” se aproxima da inspiração do movimento reformista de Córdoba (1918) ao olhar para atuação de pesquisadores(as)-extensionistas nas fábricas recuperadas, na agroecologia e na habitação popular.

Ao mesmo tempo, o livro de Henrique Tahan Novaes se distancia da extensão universitária assistencialista e autoritária que impõe às classes populares uma forma de compreender o mundo e de desenvolver ciência e tecnologia. Este livro é parte do esforço do autor de encontrar, em meio aos escombros, as possibilidades de construção de alternativas tecnológicas para uma possível e desejável sociedade para além do capital.

 

Sumário

Nota do autor para a 2ª Edição

Nota do autor para a 1ª Edição

Lista de siglas

Introdução

Capítulo 1: A relação dos pesquisadores-extensionistas com os movimentos sociais pela habitação popular: o caso Usina

Capítulo 2: A relação dos pesquisadores-extensionistas com os assentamentos rurais: o caso da agroecologia

Capítulo 3: A relação dos pesquisadores-extensionistas com as Fábricas Recuperadas do Brasil e da Argentina

Capítulo 4: Algumas experiências históricas da relação universidade-movimentos sociais na América Latina

Conclusões: contribuições para a universidade necessária

Referências bibliográficas

Anexo I - A crise da universidade: crise de professores e crise de ideias (J. C. Mariátegui)

Sobre o autor

 

Número de Páginas: 350

Ano de publicação: 2019